*Destaque Ford

Versões especiais de carros da Ford

Versões especiais de carros da Ford

Seguindo a mesma estratégia usada por diversas outras montadoras, a Ford oferecia e ainda oferece uma série de versões especiais para seus modelos no mercado brasileiro. Esses modelos exclusivos começaram a ser ofertados décadas atrás, sendo que diversos deles fizeram tanto sucesso que a marca resolveu mante-los em linha como uma versão produzida em série.


Selecionamos abaixo 10 das melhores versões especiais oferecidas pela Ford no Brasil. Confira:

Camaleão

Versões especiais de carros da Ford

Automóvel mais popular e barato da Ford no mercado nacional, o Ka ganhou no ano de 2005 a série especial Camaleão. Ao contrário do que o nome sugere, o compacto não contava com pintura exótica para combinar com o bicho que muda de cor. Ele fazia referência ao bloco Camaleão, o mais famoso do Carnaval de Salvador na época.


O Ka Camaleão era oferecido em qualquer cor e trazia emblema com a pata do Camaleão, marca registrada e assinatura do bloco, na tampa do porta-malas e no painel, além de revestimentos nas colunas, tapetes exclusivos, soleiras de porta e capas do encosto de cabeça. A série foi ofertada somente nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Recife.

Cinco Estrelas

Versões especiais de carros da Ford

Os modelos Corcel e Belina eram dois dos automóveis mais refinados comercializados na época no mercado brasileiro. E para aprimorar ainda mais o refinamento dos veículos, a Ford lançou no ano de 1982 uma série especial tanto para o Corcel II como para a Belina. Batizada de “Cinco Estrelas”, a versão se diferenciava pela carroceria com pintura em dourado metálico, rodas com desenho esportivo, painel de instrumentos com conta-giros e relógio digital posicionado no painel.

A série voltou a ser comercializada em 1984 e contava com alguns diferenciais, como um tom metálico exclusivo para a carroceria, adesivos laterais diferenciados e um bagageiro de teto para a Belina. As rodas esportivas, que foram aclamadas pelos consumidores, acabaram sendo mantidas na reedição.

MP3

Versões especiais de carros da Ford

Outra série especial do Ford Ka que também chegou ao mercado em 2005 foi a MP3. O modelo era ofertado com motores 1.0 e 1.6, com preço inicial de R$ 29.990, e se diferenciava, obviamente, pelo sistema de som com sistema de armazenamento de músicas MP3, além de CD player.

Havia ainda detalhes em cinza metálico nos retrovisores, maçanetas das portas e da tampa do porta-malas, para-choques e grade frontal, rodas com calotas exclusivas, aplique em alumínio na coluna das portas, lanternas traseiras escurecidas, logotipo MP3, entre outros. O Ford Ka MP3 teve produção limitada a 800 unidades.

Roadstar

Versões especiais de carros da Ford

A saudosa Ford Pampa também tem seu espaço por aqui. A marca anunciou no ano de 1986 a chegada da série especial RoadStar da picape. Como diferencial, o modelo usava para-choque dianteiro, molduras e maçanetas com pinturas na cor preta, nova dianteira com detalhes na cor grafite e faixas laterais decorativas. O interior trazia relógio digital montado no teto e bancos reclináveis com acabamento em tecido especial.

A Ford Pampa RoadStar era equipada com motor CHT, com tração 4×2 ou 4×4.

Sport

Versões especiais de carros da Ford

A série especial Sport foi ofertada na linha de diversos carros da Ford. Entre eles, o Ka de segunda geração, o New Fiesta e a antiga geração da picape Ranger. O primeiro modelo realmente trazia em 2011 um apelo esportivo, com kit aerodinâmico, rodas de liga-leve exclusivas, adesivos na carroceria, novos bancos com apoios laterais e novo grafismo do painel de instrumentos. O destaque, porém, era o motor 1.6 de 107 cv, que levava o Ka Sport aos 100 km/h em 11 segundos.

Já o New Fiesta Sport nada mais era que uma configuração com visual mais “ousado”. Ele chegou em 2015 com faróis e lanternas escurecidos, rodas aro 16 na cor preta, spoilers, saias laterais, aerofólio traseiro, capa dos retrovisores em preto brilhante e adesivo “Sport” na tampa do porta-malas. O motor, porém, era o mesmo 1.6 flex de 130 cv, com câmbio manual.

Por fim, a Ranger Sport foi anunciada em 2010 e trazia novos detalhes plásticos na cor cinza, novas rodas de liga-leve herdados do modelo Limited e adesivos laterais com o nome da versão. O painel também oferecia detalhes em cinza e quadro de instrumentos diferenciado. O motor da picape era o 2.3 a gasolina de 150 cv.

Sportrac

Versões especiais de carros da Ford

A Ford Ranger retorna nesta lista com a série especial Sportrac, que chegou em agosto de 2017 e segue sendo vendida por R$ 165.860, com cabine dupla, motor 2.2 turbodiesel de 160 cv, transmissão automática e tração 4×4. O modelo traz uma série de adereços no visual e também no acabamento interno.

Há adesivos nas laterais da carroceria que imitam as marcas de um pneu, rodas de liga-leve escurecidas com rodas aro 17, santoantônio exclusivo, estribos, soleiras, detalhes na cor cinza e o nome da versão na base das portas dianteiras. O interior ostenta encostos de cabeça personalizados com o nome da variante.

Storm

Versões especiais de carros da Ford

O modelo especial mais recente da Ford é o EcoSport Storm, que foi anunciado em janeiro de 2018. A série exclusiva do crossover compacto é a única da linha do modelo a dispor de sistema de tração nas quatro rodas, combinado a um motor 2.0 litros flex de até 176 cv e transmissão automática de seis marchas. Ele custa R$ 99.990 e traz também visual e interior exclusivos.

Por fora, há molduras plásticas nas caixas de roda, adesivos decorativos, grade dianteira com o nome da versão (lembrando a F-150 Raptor), detalhes na cor cinza, capa do estepe traseiro com desenho exclusivo, novas rodas de liga-leve aro 17, entre outros. O interior tem volante e bancos em couro preto e painel com detalhes alaranjados. A lista de equipamentos é a mesma do topo de linha Titanium.

A Ford Ranger de antiga geração também contou com a série Storm. O modelo chegou em 2008 com produção limitada a 500 unidades, todas com pintura na cor preta, molduras nos pára-lamas, estribo e santantônio exclusivos na cor cinza, rodas de aço de 16 polegadas com pneus off road com letras bancas, capota marítima e adesivos Storm 4×4.

Street e FreeStyle

Versões especiais de carros da Ford

Embora seja bastante comum entre os Ford Fiesta mais antigos, a versão Street foi lançada originalmente como série especial em 2011 e, mais tarde, passou a ser produzido em série. O Fiesta Street era bastante simples (com lista de equipamentos mais enxuta), tanto é que figurava como a opção mais em conta da gama.

O mesmo aconteceu com o Ford EcoSport FreeStyle. A versão foi anunciada pela marca no ano de 2005 como um modelo especial, com detalhes estéticos diferenciados e alguns itens a mais no interior. Ele fez tanto sucesso na época que virou um modelo de série e segue fazendo parte da linha do EcoSport até hoje.

Trail

Versões especiais de carros da Ford

A série especial Trail é outro exemplo de modelo que chegou como uma série especial e depois foi mantida na linha. O modelo com a versão em questão é o Ford Fiesta da geração anterior. Até 2007 o Trail era um pacote de equipamentos, mas em 2008 virou uma versão topo de linha do hatch. Havia para-choque com detalhes plásticos na cor cinza (ou tubular no pacote), estribos laterais, rack de teto e adesivos exclusivos, além de bancos em neoprene, pedaleias esportivas, soleiras personalizadas e manopla de câmbio diferenciada.

O Ford Ka atual também leva o sobrenome Trail em uma de suas versões. Entretanto, neste caso, o Ka Trail chegou já como uma versão produzida em série, com penduricalhos visuais para passar a impressão de se tratar de um carro aventureiro, além de decoração interna exclusiva.

XR3 Pace Car

Versões especiais de carros da Ford

O Ford Escort XR3 Pace Car pode ser considerado um dos carros mais raros da marca no mercado brasileiro de usados. O motivo? O modelo foi introduzido no ano de 1984 com produção limitada a somente 350 unidades. Ele era o carro-madrinha do GP Brasil de Fórmula 1. Entre os diferenciais, havia carroceria com pintura na cor branca, rodas na mesma tonalidade da lataria, adesivos laterais alusivos à competição e até uma plaqueta no cofre do motor.

O Escort XR3 Pace Car era equipado com um motor 1.6 CHT com carburação dupla e 82 cv. A versão para as pistas, porém, recebeu turbocompressor e entregava um desempenho digno de nota.

Versões especiais de carros da Ford
Este texto lhe foi útil??

COMPARTILHE
WhatsApp
  • Maycon Farias

    Esse Fiesta Trail me lembrou da época dos populares com para-choques sem pintura para baratear. Tempos sombrios foram esses.

    • Lucas086

      Mesma coisa o Celta Off Road

      • Hoffmann

        E o pior, o primeiro Fiesta Trail e o Celta Off-Road eram pacotes que podiam ser instalados em qualquer versão dos dois mesmo depois da compra. Então quem optava por instalar o kit pagava bem caro para trocar os para-choques pintados do Fiesta ou dos Celtas mais completos por um de plástico preto fosco. Acho que não pegou, nunca vi um Celta Off-Road ou um Fiesta Trail desses primeiros na rua (quando a Trail virou versão eu via bastante).
        A GM não aprendeu e lançou anos mais tarde o kit Geo para a Meriva, na tentativa de competir com a Idea Adventure…da uma pesquisada em “Meriva Geo” no Google e se assuste.

        • Lucas086

          Fiesta trail meu vizinho tinha um, mas foi o unico que eu via… celta até se vê uns, mas essa meriva nunca vi, também que negócio horrível kkkkkkk

          • Fabão Rocky

            E bote horrível nisso! Parecia até aqueles body kit xuning da TG Poli q vende no mercado livre.

      • Robinho

        Mas recentemente tivemos o Etios Cross porém todos uma aberração principalmente o Etios que conseguiram deixar mais feio o que já é…

        • Lucas086

          O etios cross de longe é o carro mais feio do brasil

  • Lucas086

    E o Ka Tecno? E o Xr?

    • CharlesAle

      Escort Benneton…Verona S..Pampa S..Fiesta Sport..Fiesta Action..Escort Laser….Escort XR3 75 anos..Escort Racer.. Escort Guarujá..Escort Fórmula..E, muito raro, escort LX do começo dos anos 90..

      • th!nk.t4nk

        Eram interessante os Guia também. Nunca entendi por que a Ford matou essa versão de seu portfólio.

        • Cmenusi

          Acabou virando Titanium

        • fschulz84

          Pelo que tenho informação, o que ocorreu foi que em 2011, a Ford e o estúdio Ghia não renovaram o contrato, então a Ford não teria mais esta versão.

          A partir de então, as versões de topo sempre levam o nome de Titanium

          Pelo que soube, isso foi global, não somente no Brasil.

      • Ma-Mutt : O Cãozinho Eterno

        Esse Escort Fórmula era ” doidera ” pois possuia Amortecedores Eletrônicos

      • Ricardo

        Aí algumas são versões normais e outras especiais.

      • MauroRF

        O Guarujá vendeu bem, eu via muito em 1992. No meu caso, tive um GL 1.6 92 (que comprei usado em 98) do qual nunca esqueço, rs. Era “completo” para a época, com rádio/toca-fitas com código (e antena elétrica, rs), ar quente, limpador e desembaçador traseiro e vidros e travas elétricos. Tinha relógio analógico no painel. Como o meu era dourado, ele tinha acabamento marrom em vez de preto no painel, e os bancos eram na cor creme. Vendi com 150 mil km rodados em 2003 com tudo funcionando perfeitamente.

      • NaoFaloComBandeirantes

        Sua lista está (MUITO) melhor que a do Fotocampus!

  • Dick Buck

    Pelo menos algumas séries antigas traziam algo de diferente ou interessante, hoje são praticamente só adesivos…

    • Basil Sandhurst

      Cara, me diz o que o XR3 tinha de motor diferente do Guia?

      • Ricardo

        Deve ter alguma coisa mexida no carburador que dá 2cv a mais.

        • Basil Sandhurst

          Amigo, o motor CHT tinha problemas desde sua origem por causa da usinagem. Se vc pegasse vários motores , em cada um deles, a resposta não era a mesma.
          O XR3 tinha um carburador corpo duplo, ao invés dos outros modelos que tinham um corpo simples.
          Abs

  • Dp Som

    Sport tb teve fiesta e courier, e storm ja teve ranger no BR tb.

    • pedro

      Não sei se eles editaram depois, mas está escrito isso lá.

      • Dp Som

        Editaram depois.

        • Tibúrcio

          Editaram mas a informação da Ranger não está correta.
          A versão Storm da Ranger começou em 2004, não em 2008.

          • Dp Som

            Ateh pq 2008 já era a com farol com refletor redondo e lente lisa, e a Storm saiu no modelo com pisca abaixo do farol.

  • Ricardo

    Massa um XR3 turbo.

  • Ma-Mutt : O Cãozinho Eterno

    Ford Pampa : essa picape deixou saudades

    • Robinho

      na minha opnião a melhor picape pequena para trabalho ja feita…

      • pedro

        Talvez a Courier esteja pau a pau com ela. Essa também era heroica.

  • Que sensacional esse XR3 Pace Car!

  • Alvaro

    Essa versão MP3 é interessante que mostra como coisas banais hoje em dia era novidade na época. Me lembrou também do GM Agile que tinha série especial “Wi-fi” (com direito a adesivo a la “temos wifi” na coluna rs rs) que nada mais era o carro equipado com roteador.

    • Alexandre Volpi

      Se não me engano a Fiat tinha uma versão especial para os primeiros Stilo equipado com Bluetooth.

      • Alvaro

        É verdade! era Stilo Connect. E da mesma forma, era última novidade na época, enquanto que hoje em dia, qualquer som paralelo vem com bluetooth.

  • Ricardo

    Têm versões que viram clássicos e outras viram micos!

  • Daniel

    O Escort XR3 Formula não deveria entrar nessa lista? Ou não foi uma versão especial?

  • Fabiano Navas

    Novamente, uma matéria incompleta, em que faltam diversas séries especiais de modelos, alguns muito especiais:
    Ka Black (1.0 e 1.6), Del Rey Ghia 250 mil, Escort XR3 Conversível 75 anos, Escort XR3 1.8 S Benetton, Corcel II Hobby 1.6, Focus Hatch XR, dentre outros!

  • MauroRF

    Houve também o Fiesta Street como versão básica de série, lançada em 2001, na carroceria antiga. Quando veio o Fiesta novo, a carroceria antiga ficou apenas com a Street. Em 2003, dava para comprar desde um basicão até um com ar. De 2004 para frente, o Street era vendido apenas “completo”. Eu tirei um zero em 2004 que já vinha de fábrica com ar, vidros e travas elétricos, limpador e desembaçador traseiro, mas vinha sem DH. Entre 2005 e 2007, houve duas versões completas: uma com tudo isso, menos DH (como a que tive em 2004) e uma que tinha DH no lugar do ar. Na época, paguei 19900 e tinha bom custo-benefício.

  • Brasileiro

    Faltou alguns carros como por exemplo o Focus XR

  • Dudu Pimentel

    Faltou o Fiesta e Focus ST, Focus e Ka XR3, Ranger Sport (custava 49.990 reais quando foi lançada), Ka Tecno, Escort Racer 2.0i, Escort XR3 2.0, Escort XR3 Fórmula.

  • Dudu Pimentel

    O Eco Storm vem de série, com:
    – Freios a disco traseiro;
    – Assistente de partida em rampas;
    – Vidros elétricos com função um toque;
    – Sensores de estacionamento dianteiro e traseiro e crepuscular com acendimento automático;
    – Câmera de ré;
    – Cintos de segurança de 3 pontos e apoio de cabeça do tipo vírgula para todos;
    – Airbags laterais;
    – Isofix;
    – Câmbio automático de 6 marchas;
    – Volante regulável em altura e distância;
    – Ajuste elétrico dos retrovisores e bancos;
    – Alerta de colisão e de ponto-cego;
    – Park Assist?

    Por 100 mil reais, é uma falha imperdoável não ter algum desses equipamentos!

  • Filipe Augustus

    Esse Ka MP3 tem dois na minha rua e os dois 1.6! Estão os dois tbm impecáveis e quase não saem da garagem!!!!!

Quem somos

O Fotocampus é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Нашел в интернете важный портал на тематику https://h-school.kiev.ua.
В интеренете нашел популярный портал на тематику agroxy.com.
Нашел в интернете важный веб сайт с информацией про бокалодержатели http://arbud-prom.com.ua