*Destaque *Featured Avaliações Fiat Sedãs

Avaliação: Fiat Cronos Drive 1.3 é a opção mais equilibrada do sedã

fiat-cronos-drive-avaliação-NA-1-1024x682

O Fiat Cronos segue a receita do Argo para substituir o Grand Siena, assim como o hatch o fez com o velho “Novo” Palio. Com porte condizente com a proposta de sucessão, o sedã aposta num visual mais esportivo e elaborado para manter e atrair compradores atrás de um compacto com bom porta-malas e conforto.


Bem equilibrado em suas formas, o Fiat Cronos na versão Drive reforça essa impressão, pois o propulsor Firefly 1.3 responde da forma esperada e se torna assim a opção mais atraente em relação até ao E.torQ Evo 1.8. Por não ter o câmbio automatizado GSR, essa versão falha em não oferecer um conteúdo esperado para um carro que tem a missão de vender bem.

fiat-cronos-drive-avaliação-NA-4-1024x682

Com preço sugerido de R$ 55.990, o Fiat Cronos Drive completo alcança R$ 63.220 e é a segunda opção na linha, mas na mesma faixa o arquirrival Volkswagen Virtus MSI custa R$ 62.940 apresentando um conjunto de segurança superior, sem contar espaço extra e bagageiro semelhante.


A Fiat ainda capou a versão de acesso do Cronos para baixar o seu preço. Ainda possivelmente veremos uma versão 1.0 logo mais, quando o Grand Siena disser seu adeus. Lançado em fevereiro, o Fiat Cronos ainda se mantém atrás do rival da VW, tendo emplacado em abril 3.382 unidades contra 3.862 do Virtus. De qualquer forma, a briga só vai esquentar daqui para frente. Mas, e como anda essa proposta da marca italiana?

Por fora….

fiat-cronos-drive-avaliação-NA-13-1024x682

Se você pensou em um sucessor para o Grand Siena, o Fiat Cronos é ele. O modelo chega com porte comedido em relação a outros sedãs compactos do mercado, mas está exatamente aonde os clientes da marca viam o antecessor, que ainda se mantém no mercado cumprindo tabela.

A Fiat buscou linhas mais arrojadas para diferenciar o Cronos do Argo e assim adotou um para-choque mais radical, que caiu bem na proposta. Os faróis chanfrados e as duas grades com elementos estilizados ajudam no bom visual do Cronos. A carroceria, apesar de compacta, tem linhas bem fluídas e atraentes.

fiat-cronos-drive-avaliação-NA-46-1024x682

Na traseira, o destaque são as lanternas triangulares com extensores e iluminação com feixes de LED, que nos faz lembrar do mesmo padrão empregado na Fiat Toro, por exemplo. Um refinamento que a FCA quer impor nos carros da Fiat daqui para a frente. O para-choque tem pequena grelha similar às dianteiras, harmonizando o conjunto, que se apresenta bem leve.

Por dentro….

fiat-cronos-drive-avaliação-NA-30-1024x682

Essa leveza exterior também é vista no interior, similar ao do Argo, que é mais bem-acabado e atraente que o irmão europeu Tipo, por exemplo. Nesse aspecto, a filial brasileira saiu na frente. O quadro de instrumentos é simples, mas de boa visualização. A multimídia com tela elevada e sensível ao toque é intuitiva e traz os necessários Google Android Auto e Apple Car Play. Nos opcionais, vem também câmera de ré.

O volante multifuncional padrão da FCA também é vistoso e tem boa pegada. Os comandos são bem posicionados e ao alcance das mãos. O porta-copos é bem raso e pouco funcional. Os bancos têm conforto aceitável e o espaço geral é bom, apesar dos poucos 2,52 m de entre-eixos. Não é maior que o Argo. Atrás, conjunto completo de cintos e apoios.

fiat-cronos-drive-avaliação-NA-37-1024x682

Já o porta-malas tem 525 litros, apenas 5 a mais que o Grand Siena e 4 além do Virtus. Pelo arranjo, que aproveita qualquer “buraco”, parece que a engenharia teve trabalho em acrescentar esse mesmo volume do antecessor. O espaço geral é bom para a categoria, o que no Brasil se valoriza muito.

Por ruas e estradas….

fiat-cronos-drive-avaliação-NA-14-1024x683

O Fiat Cronos Drive, numa escala de 1 a 4 (número total de configurações de motor e câmbio), está na posição 1. Apresenta um conjunto bem equilibrado em termos de performance, economia e dirigibilidade. O motor GSE Firefly 1.3 tem funcionamento suave e respostas animadoras.

O propulsor entrega 101 cavalos na gasolina e 109 cavalos no etanol. Por causa da grande diferença de potência, acrescenta-se 250 rpm para se alcançar o número máximo com etanol, chegando a 6.250 rpm. Mas, o torque é atingido a 3.500 rpm, o que é bom nesse caso. Ruim apenas é que poderia oferecer mais torque numa faixa de potência onde os rivais estão na casa dos 15 kgfm.

fiat-cronos-drive-avaliação-NA-43-1024x682

Sendo um 1.3, não se poderia esperar muito mais, mas os 13,7 kgfm na gasolina e 14,2 kgfm no etanol rendem bem na calibração do Firefly, que ainda utiliza uma caixa de câmbio manual de cinco marchas bem escalonada, que apresenta engates bem macios e precisos. Por ser um carro leve, mesmo com 1.139 kg, o Fiat Cronos Drive tem uma saída adequada para sua proposta, exigindo na cidade poucas mudanças de marcha para buscar agilidade.

O nível de ruído é adequado para o seu segmento e o consumo com etanol poderia ser um pouco melhor, mas dentro do esperado para este tipo de combustível de pouco rendimento energético, fazendo 9,9 km/l na cidade e 11,6 km/l na estrada. Foi o combustível com o qual o carro foi fornecido com tanque cheio.

fiat-cronos-drive-avaliação-NA-31-1024x682

Aliás, rodando em rodovia, o motor 1.3 cumpre bem seu papel, só merecendo mais atenção em subidas longas ou serras, necessitando de redução e em caso de ultrapassagem, giro entre 4.000 e 4.500 rpm. Com carro carregado, ele vai sentir ainda mais, mas nada que surpreenda negativamente o condutor que já está acostumado com carros nessa faixa de potência e torque. A 110 km/h, a rotação fica na casa dos 3.500 rpm, faixa de torque máximo.

Mas, numa comparação com o Grand Siena 1.6, o Fiat Cronos Drive 1.3 se mostra mais ágil e gostoso de dirigir. A plataforma mais rígida garante uma dinâmica de condução mais precisa, ainda mais com a direção elétrica bem calibrada, muito leve em manobras e firme em alta velocidade. Já os freios atendem de forma coerente.

fiat-cronos-drive-avaliação-NA-38-1024x682

A suspensão tem uma calibragem bem equilibrada entre conforto e estabilidade, garantindo firmeza nas curvas e suavidade em pisos ruins. Feito para rodar no Brasil, não surpreende o bom comportamento do Fiat Cronos Drive em nossas ruas esburacadas e com lombadas mal projetadas. Ou seja, nasceu para rodar aqui e cumpre bem sua proposta.

Por você….

fiat-cronos-drive-avaliação-NA-11-1024x683

O Fiat Cronos Drive tem um bom conjunto quando completo, mas poderia ter eficiência energética ampliada com o Start&Stop, que só é visto na versão GSR. Da mesma forma, peca em não ter controles de tração e estabilidade, além do assistente de partida em rampa. Para quem já andou de Argo, a ausência desses comandos é perceptível logo de cara.

Fora isso, o pacote é aceitável, tendo ar-condicionado, trio elétrico com rebatimento de espelho na ré, sensor de estacionamento, rodas de liga leve aro 15 com pneus 185/60, o importante alerta de pressão dos pneus, ajustes obrigatórios de altura em volante/banco/cintos, Isofix, indicador de mudança de marcha, entre outros. Tem até uma segunda entrada USB, o que é bom para quem vai atrás, pois se consegue recarregar o inseparável smartphone.

fiat-cronos-drive-avaliação-NA-5-1024x683

No geral, é a opção mais adequada em termos de dirigibilidade que o Cronos pode oferecer, visto que o GSR sofre ainda com os buracos nas trocas de marcha e o 1.8 sofre com a falta de agilidade em baixa para um motor tão potente, sendo atenuada em parte no automático de seis marchas. Poderia oferecer mais. Assim, para quem não quer se decepcionar nos demais casos, o Drive manual é a aposta certa.

Medidas e números….

Ficha Técnica do Fiat Cronos Drive 1.3 2019

Motor/Transmissão

Número de cilindros – 4 em linha, flex

Cilindrada – 1332 cm³

Potência – 101/109 cv a 6.000/6.250 rpm (gasolina/etanol)

Torque – 13,7/14,2 kgfm a 3.500 rpm (gasolina/etanol)

Transmissão – Manual de cinco marchas

Desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h – 11,5 segundos (etanol)

Velocidade máxima – 183 km/h (etanol)

Rotação a 110 km/h – 3.500 rpm

Consumo urbano – 9,9 km/litro (etanol)

Consumo rodoviário – 11,6 km/litro (etanol)

Suspensão/Direção

Dianteira – McPherson/Traseira – Eixo de torção

Elétrica

Freios

Discos dianteiros e tambores traseiros com ABS e EDB

Rodas/Pneus

Liga leve aro 15 com pneus 185/60 R15

Dimensões/Pesos/Capacidades

Comprimento – 4.364 mm

Largura – 1.726 mm (sem retrovisores)

Altura – 1.508 mm

Entre eixos – 2.521 mm

Peso em ordem de marcha – 1.139 kg

Tanque – 48 litros

Porta-malas – 525 litros

Preço: R$ 55.990 (básico) – R$ 63.220 (versão avaliada)

Fiat Cronos Drive 1.3 2019 – Galeria de fotos

5.0

COMPARTILHAR:
  • El Gato Negro

    Opção mais equilibrada é não comprar um Fiat. Desculpe a sinceridade.

    • Rodrigo Pasini

      huaHUahuaHUahu

    • Por esse valor do 1.3 Drive, qual você compraria?

      • Diego Sampaio

        Fuja de FIAT.

        • Gostaria de uma resposta mais completa… Por quê? Qual modelo você compraria?

          • Diego Sampaio

            Tudo que é fabricado exclusivamente para o Brasil não presta. Primeiro que o material usado é o pior possível. Segundo que os itens de segurança são deixados de lado em prol de uma “tela multimídia bacana”.

            A FIAT só vende um único modelo global aqui: Fiat 500. Carro extremamente seguro e confiável. Novo Uno, Mobi, Palio, Cronos e Argo são projetos nacionais. Veja o tipo de solda utilizado nesses carros. Até a quantidade de pontos de solda eles economizam. Cambio Dualogic (agora GSR)? Outro lixo brasileiro!

            Agora eu lhe pergunto: Se a Fiat realmente oferece “produtos de qualidade” porque até hoje ela não trouxe os motores MultAir para o brasil? Motor que la fora faz 20km/L e já foi considerado O MELHOR MOTOR DO MUNDO em sua categoria.

            E pra finalizar siga minha dica: Só compre carros aqui que são vendidos na Europa e EUA. É uma mínima garantia que pelo menos ele possui uma estrutura de segurança mediana (mesmo sendo depenado em equipamento). E isso eu lhe digo por experiência (decepção) própria. Fiat aqui só vende lixo

            • Filipo

              Até hoje a Fiat não patrocinou o teste de impacto para o Argo! Não quer expor a qualidade real de seus carros? Ou o que?

              • Rafael Santos

                A Fiat nao patrocina, a LatinNcap vai até uma CC e compra um modelo. É para evitar que o modelo enviado para eles seja algo mais “preparado”.

              • Diego Sampaio

                Boa pergunta!

              • HugoCT

                Acho que até impulsionaria as vendas

            • Pete Alves

              Então a questão não é apenas a Fiat. Inclua toda a linha Gol e Fox da VW. Todos os Hyundais (linha hb20 é Creta). A linha Etios da Toyota. Todos os Chevrolet, até a S10/ blazer, exceto os Cruze (sedan é hatch), todos os Renault, enfim são todos carros específicos para mercados periféricos como o Brasil

              • Marcos Wild

                O Fox foi lançado e vendido na europa no mesmo período que foi lançado no Brasil.(e obteve 4 estrelas no LatinNcap)

                O Creta é um SUV global da Hyundai

              • Diego Sampaio

                Correto!

            • Pedrob

              Motor com sistema MultiAir tem o 2.4 TigerShark da toro. Acredito que você esteja se referindo ao motor TwinAir de dois cilindros.

              • Diego Sampaio

                Na verdade tinha me esquecido do 2.4 TigerShark. O TwinAir é outro que não vende no brasil. O MultiAir teve no 500 na versão quase topo de linha (abaixo do abart). A Fiat nunca fez questão de popularizar esses excelentes motores por aqui.

            • Marcos Wild

              FIAT 500 não é extremamente seguro!!

              Nenhum carro da linha 500 e 500L obteveram 5 estrelas no EuroNcap e LatinNcap

              Na verdade, até hoje nenhum carro com a marca FIAT ganhou 5 estrelas num teste de qualidade e segurança.

              • Diego Sampaio

                Correto, ele nunca obteve 5 estrelas mas de longe é MUITO mais seguro que os Onix, Uno, Palio e CIA.

              • José Eduardo D’Acampora Guazzi

                Nosso 500 no fim vinha do México, onde recebeu melhorias estruturais e por isso é um carro realmente seguro tendo 4 estrelas no NHTSA que é bem rigoroso.

                • Marcos Wild

                  O NHTSA não pontua por estrelas

                  Pontua por BOM, REGULAR e, PÉSSIMO.

                  E a linha 500L vendida e testada nos EUA todos foram PÉSSIMOS .

                  • José Eduardo D’Acampora Guazzi

                    Tais precisando entrar no site deles pq falou besteira. Procura os modelos e veja que no overall ratings tem estrelas sim senhor. De 2013 em diante que é onde o 500 foi atualizado lá em estrutura ele tem overall 4, sendo frontal crash 4 – side crash 5 – rollover 4.
                    O 500 foi atualizado para suportar os impactos contra carros maiores como é padrão nos EUA, o 2012 antes de ser adequado foi sim considerado insuficiente com overall 3, muito por causa do 2 em side crash, então na fabricação mexicana de 2013 em diante mudaram a estrutura do carro para adequar. Veja que nunca foi um carro considerado inseguro.
                    Mas veja que mesmo o Polones tinha 5 estrelas no EuroNcap e agora tem 3 pois tem pouco ponto em itens tecnologicos exigidos na Europa.

                    Quanto ao 500L no site da NHTSA da como no rated logo não foi testado.
                    Você pode odiar a Fiat a vontade mas informação aos outros tem que ser passada certo.

                    Ta ai o site, fica a vontade.

              • Fabricio

                opa… o 500 foi top safety pick.. IIHS

            • Jose Silva

              Cara, você deveria se atualizar.

              Os motores FireFly são a última tecnologia no mercado, claro que ainda faltam alguns detalhes. Mas este motor PRODUZIDO no Brasil que equipa o Fiat Uno, agora vai equipar carros na Europa Turbinados. Serão os mesmos motores que a FIAT ira equipar seus carros a partir de 2019 nos modelos 2020. De motor a FIAT está bem servido, o Firefly é o melhor motor do Brasil na litragem 1.0 e 1.3 aspirado, e será turbo em questão de 1 ano.

              Se você não sabe, o motor Fiat Fire e Etorq são classificação EURO 5, não atendem mais os mercados atuais, então estão fardados a sair de linha em breve, para a sua substituição serão estes abaixo:

              “Chamado por lá de GSE (Global Small Engine, motor pequeno global), o
              Firefly ganhou bastante potência e torque com a superalimentação, quatro
              válvulas por cilindro e injeção direta
              de combustível: o de 1,0 litro e três cilindros passou a 120 cv e 19,3
              m.kgf, e o de 1,35 litro e quatro cilindros, a 180 cv e 27,5 m.kgf (mais
              que o THP 1,6 da PSA, que tem 166 cv e 24,5 m.kgf com gasolina).”

              “De acordo com a publicação Motor Talk, os motores turbo devem equipar modelos da Fiat, Jeep e Alfa Romeo. O 1,35 tem aplicação prevista ao Cronos no Brasil, ajustado para cerca de 160 cv, e um deles pode chegar ao Argo. Utilitários esporte também poderiam usar o quatro-cilindros no lugar do antigo 1,4 turbo (similar ao de nossos Punto e Linea TJet), que equipa o Renegade e o Compass em outros mercados. Espera-se que o Firefly turbo apareça por aqui em 2020. Acima, o 1,35 aspirado usado hoje.”

              Fonte:

              • Observatório automobile

                Esses caras aí se acham igual torcedor de time…uns verdadeiros malas insuportáveis..liga não, amigo….

              • T1000

                motor de 2v/cil; se sobe muito o giro o torque some.
                não vejo evolução alguma nisso, só barateamento.

              • Rafael Santos

                O meu Fit 1.5 CVT é mais economico que esses carros atuais

              • Diego Sampaio

                Amigo, a FIAT fez uma série de alterações para esses motores chegarem na Europa. Lá os motores turbo utilizam injeção direta de combustível operando com pressão de 200 bar, quatro válvulas por cilindro, controle variável de válvulas (MultiAir II) e coletor de escape integrado ao cabeçote. Praticamente um novo motor.

                E outra, dizer que “o de 1,35 litro e quatro cilindros, a 180 cv e 27,5 m.kgf (mais
                que o THP 1,6 da PSA, que tem 166 cv e 24,5 m.kgf com gasolina).” é só uma questão de calibragem. O Peugeot RCZ 1.6 THP tem 270cv de fábrica. E provavelmente um REMAP poderá ir além disso ai.

                Outro ponto é a tal da classificação “EURO 5”. Isso não quer dizer absolutamente nada. Ser EURO 5 só garante que ele atenda a emissão de gases poluentes e mais nada. Você pode ter um motor de 10cv Euro 5 mas não significa que ele seja bom.

                Acorde pra realidade. Fiat só vende lixo aqui.

              • Anderson Luiz

                Não ele e os outros não vão se atualizar…..eles devem ter um carro beeeeem melhor rs.

            • Observatório automobile

              Qual carro voce tem , amigo? Diga lá….

              • Diego Sampaio

                Infelizmente pela minha falta de experiência eu comprei um Palio Essence Dualogic em 2012. Se arrependimento matasse…

                Por isso eu gosto de avisar aos futuros compradores sobre a realidade da Fiat.

            • T1000

              Amigo, sinto em lhe dizer, mas o 500 vendido aqui também deixa muito a desejar. Na época do lançamento, foi dito que o veículo daqui não possuía os reforços estruturais dos do eua. Sem falar dos motores, a maior parte 1.4 fire 8V. Uma lástima. Mas ainda pode ser encontrado com o multiair, na minha opinião, o único comprável, apesar do preço absurdo.

              • Fabricio

                sua fonte está incorreta. o carro vendido aqui a partir de 2011 tem exatamente os mesmos reforços estruturais dos Eua. E sobre o motor.. .até pouco tempo atrás o 500 podia vir com o Multi Air.. era só pagar a diferença…. Atualmente só vem no 1.4 8v.

            • Luccas Stringger

              Diria que a Fiat não só vende lixo,como é um lixo.

      • Ricardo Alexandre

        Me desculpe me entrometer na sua pergunta amigo! Mais vou lhe responder pelo amigo El Gato. Como um fã de sedãs confesso, e por esse valor, com certeza partiria para outro sedã maior e muito melhor em tudo. Tenho um Prisma e por esse valor nunca deixaria de comprar um VW Virtus para pegar qualquer outro sedã nessa faixa de preços. E essa será minha futura troca. Irei trocar meu Prisma por um VW Virtus 1.6 MSI completo com toda certeza.

        • Mesmo com aquele interior peladaço?

          • Erick Terto

            Tudo o que o interior do Cronos tem o Virtus tem, o que muda é o design e isso vai ser de acordo com o gosto do cliente. O texto disse que o volante é vistoso mas eu acho feio, preferindo o VW.

          • El Gato Negro

            Mesmo se oferecesse somente o chassi, rodas, motor e lataria.

          • Ricardo Alexandre

            Não acho não irmão. Testei os 2 carros e sinceramente prefiro o padrão VW. Não sou desses caras cheios de veadagem como muitos que tem por aí. Prefiro o padrão mais limpo do Virtus, do que esse do Cronos cheio de detalhes. E agora o Virtus já vêm com os retrovisores elétricos com piscas integrados, e o rebatimento dos espelhos como item opcional. Uma coisa que reclamavam tanto, e para mim não importava tanto assim. Agora o que mais me atraiu no Virtus foi seu design muito bonito ao meu ver, e seu porte muito superior á todos esses sedãs pequenos como o Cronos e meu Prisma. O carro têm porte de sedã médio. Fora o espaço interno oferecido para todos os ocupantes, muito acima desses outros também. E o principal! Á segurança que o carro oferece, que para mim é o principal de tudo.

            • El Gato Negro

              “O carro têm porte de sedã médio.”

              Muito feliz o teu comentário. Eu nunca tinha visto um pessoalmente, e esses tempos parou um do lado do meu carro na garagem do trabalho. Olhei de longe e achei que era um Jetta. Ele realmente passa a impressão de ser um médio.

              • Matheus Araújo

                Mas realmente, se você olhar as dimensões do Virtus, ele tem as

              • Matheus Araújo

                Mas realmente, se você pesquisar as dimensões do Virtus, vai ver que ele tem praticamente as mesmas dimensões de comprimento/largura/entre-eixos do Civic da geração passada

                • RRodrigo Souza

                  virtus tem a mesma medida do antigo jetta

              • leomix leo

                Realmente ele é muito grande.

              • José Eduardo D’Acampora Guazzi

                Altura, largura e entre-eixos são iguais ou quase. Virtus perd uns 18 cm no comprimento mas disfarça pq é menos bicudo que o Jetta

            • Ernesto

              Não sabia que agora os retrovisores são elétricos na versão 1.6 e que há opção de rebatimento (creio que na Highline, certo?). Onde você viu essa informação? E a partir de quando a fábrica iniciou a produção com esses equipamentos?

              • Ricardo Alexandre

                No lançamento da linha 2019. Entre no site da VW e veja que os retrovisores elétricos com piscas integrados, passaram á ser itens opcionais na linha 2019.

                • Ricardo Diniz

                  Não tem isso no site não…acabei de olhar…o pacote de opcionais mais completo(connect pack) não contempla retrovisores elétricos…)De novo então, de onde você tirou essa informação?

            • Observatório automobile

              São dois publicos distintos então…um prefere um interior sóbrio, o outro com mais detalhes…então cada um compra um..e todo mundo fica feliz, não é mesmo? Eu iria de Cronos sem pestanejar..o acabamento dele demonstra preocupação da empresa em atrelar o interior ao bom gosto, coisa que a VW não tem…ela si plesmente coloca um plástico lá e [email protected]#@#$ quem gosta ou não…..

          • Wellington Myph13

            A VW foi infeliz na escolha de cores do interior deles, de resto seu desenho é bem legal, nada que salte aos olhos mas extremamente funcional.

            • Ricardo Alexandre

              Pois eu já gostei mais desse interior claro do VW Virtus Wellington. Prefiro um interior claro e frio como esse do Virtus. Do quê um interior preto e quente como é padrão no Brasil.

              • Wellington Myph13

                Eu tenho um Polo MPI. Gosto do desenho do painel, prefiro assim do que os HB20 da vida cheio de detalhera e etc.
                Só que não estou 100% satisfeito com as cores e depois que você olha melhor, você se dá conta que é isso, é só o jogo de cores que quebra.
                O cinza claro não seria ruim, se os componentes da porta não fossem aquele quase preto liso, destoa Totalmente o desenho. Antes fosse outro degradê de cinza pra combinar, mas não é.
                Independente disso, jamais desistiria da compra ou ficaria bitolado igual o povo fica aí falando que o acabamento é ridiculo ou lixo… Ele passa muito longe de ser qualquer um dos dois, apenas não agrada aos olhos quando se tem 99% da frota do mercado com interior cinza escuro com preto que combinam entre si… Se for comprar um ou já tem um, veja como eu vi, abra as portas e comece a avaliar as cores. Principalmente na traseira, é muito feio…

                • Ricardo Alexandre

                  É questão de gosto mesmo amigo. Eu já não acho feio o padrão de cores do Virtus, gostei mesmo.

                • Eu fiz isso e foi o que me fez achar um interior porco. Mas vou conversar com minha mãe pra ela considerar melhor o Polo/Virtus. Nem tão cedo vou conseguir trocar de carro, então resta ajudar ela.

                  • Wellington Myph13

                    Cara, apesar de todo mundo querer botar fogo na dupla Argo e Cronos, eles são bons carros, bem melhor que boa parte dos concorrentes…
                    Se pode esticar o orçamento pra 62-63mil pedidos pelo Virtus, seria a melhor opção, e o interior apesar de ficarmos medindo ele quando estamos no Show-room, é última coisa a ser lembrada quando se fala de algum carro. Só se lembra dele quando vira escola de samba ou quebra ou estraga fácil, mas nenhum destes vai acontecer isso, nem com Virtus nem com Cronos, então o que vai importar no dia a dia vai ser a posição de dirigir, a conversa do cambio com o motor, a acústica interna e sua praticidade no dia a dia como vidros com 1 toque, alarme que já sobe os vidros e etc… (Cronos 1.3 não tem Alarme, só trava elétrica com fechamento dos vidros)

                    Ambos sendo muito iguais em termos de uso do dia a dia, o Virtus trás o extra que ninguém quer precisar, mas são os airbags laterais e o ESP que estão ali pra uma eventual necessidade em algum dia…

                • Fabrício Sanches

                  Concordo com tudo que você disse, como não devo comprar carro por agora, daqui uns três anos será o meu usado, com certeza.

            • Fabrício Sanches

              Isso mesmo, o interior das versões não TSI, incluindo aí o Polo, realmente é deprimente. Mas não depõe contra as inúmeras qualidades do carro, principalmente a segurança.

        • El Gato Negro

          Mudaria uma vírgula e outra, mas basicamente essa seria exatamente minha resposta. Gracias.

        • alfista

          Tenho um polo msi, mas se arrependimento matasse nao estaria aqui, alem da simplicidade do interior, luz da injecso fica ligada, boia do reservatorio nao funciona e estou esperando a garantia a mais de 10 dias, e grilos por todo carro.teste bem antes de comprar virtus polo.

          • Filipo

            Boia do reservatório? Que reservatório?

            • Wellington Myph13

              É um defeito no sensor da bomba de combustível. Pedem a peça, é pra mim levou 7 dias, trocaram em 2 horas. Sem enrolação nem nada.

          • Wellington Myph13

            Um bom lote de Polo está dando problema no sensor da bomba de combustível.
            O meu levei pra ver, confirmaram o defeito, pediram a peça, me agendaram dali 7 dias, deixei o carro e em duas horas me ligaram de volta que estava pronto, ainda lavaram o carro, rs.
            Quanto a barulhos, eu tive um que não era do problema do porta mala, ele disse que o meu não teve esse problema. O barulho que tive era de uma peça de plástico que fica no forro do porta malas que segura aquela parte cortada que dá acesso a lanterna… Aparentemente na montagem, ao colocar a peça, deve ter caído pra dentro do acabamento e ao invés do infeliz que estava montando pegar a peça, ele deixou ela la e colocou outra. Assim ela ficava indo de um lado para o outro em cada curva, mas foi simples, ele tirou no mesmo dia que levei pra ver do problema no sensor.

          • Saulo Gomes

            kkkkkk O cara tem um nick alfista e vem falar que comprou um polo ………….

            • Ernesto

              Esse Nick nos leva a crer que ele é fã de…Rsrsrs

          • Observatório automobile

            Uai..desistiu de Alfa?

        • Mr. On The Road 77

          Valeu, Ricardo! A galera já ‘tá sabendo’! kkkk
          []’s

      • El Gato Negro

        No segmento? Virtus sem pensar duas vezes. leia a resposta do @_mItjaZ74SX: , é basicamente o que eu te diria.

      • Hugo Leonardo Dos Santos

        Me intrometendo, mas se fosse o drive 1.3 de 55 mil nesse valor iria nele mesmo, agora no de mais de 60 mil eu já iria pro virtus com o pacote de 3 mil.

        • Jose Silva

          E o Cronos 1.3 GSR completaço por R$48.000 com pintura perolizada, você iria ? É esse preço que a FIAT faz pra mim. Já o Virtus, nem 1 centavo de desconto.

          • Hugo Leonardo Dos Santos

            Muitos torcem o nariz pro cambio GSR, mas se for uma pessoa que usa o carro direto na cidade e quer se livrar do pedal de embreagem, eu iria. Ainda mais nesse valor

          • Diego Sampaio

            Fuja do GSR. Você vai pagar 48 e revender por 20. Ninguém quer comprar carro com esse cambio. Nas CSS vão dizer que é a “melhor tecnologia”, “versão evoluída do Dualogic”, “trocentos componentes novos”. É tudo conversa fiada pra ter vender essa bomba.

            Depois não diga que eu não avisei.

      • RRodrigo Souza

        eu ria de virtus com certeza, só me falta essa grana ,

    • Diego Sampaio

      Falou a mais pura verdade.

      • El Gato Negro

        Né? Miau!

    • yurieu

      RISOS!!! E é IMPORTADO!!!! KKK

    • Observatório automobile

      Desnecessária essa masturbação ideológica contra uma marca..indique 1 motivo relevante, meu amigão…

      • El Gato Negro

        “Masturbação ideológica”? Que termo…
        Vou te dar o motivo mais relevante possível, entre tantos outros: é a MINHA opinião. Não concorda? Vai lá, compre seu Fiat e seja feliz.

    • Rios

      Boa, kkkk

    • Whering Alberto

      Arregaçou.

  • Daniel

    A ausência dos controles de estabilidade e tração é imperdoável. Deixei de comprar o irmão Argo 1.3 por conta disso e acabei ficando com a concorrência.

    • Bota imperdoável nisso, pois até o Uno oferece como opcional pra todas as versões (todas mesmo, até a de entrada pelos kits Tech e Tech Live On). Resumo da ópera: um Cronos equipado igual a esse da matéria sai por mais de 60k, enquanto que um Uno com ESP e TCS sai por menos de 50k. Não sei o que que deu na Fiat…

      • Jose Silva

        Oferecem na versão de cambio automático, fica claro que a intenção deles é forçar a venda do 1.3 automático.

    • T1000

      109 cv nossa quanto desempenho pra pedir controle de estabilidade e tração kkkkkkkkkkkhahahahahahaha
      tem que ser muito braço duro pra se acidentar com um 1.3.

      • Rafael Santos

        água, óleo, areia… os controles de estabilidade e tração não é só para velocidade.

        • Hugo Victor

          Esses ai são os ‘entendidos’ que compram carro zero olhando pra central multimidia e não pra sopa de letrinhas.

  • Erivelton Freitas

    Nada supera, em nenhum carro e em nenhuma marca, a versão ‘Topo de Linha’. O problema da FIAT nesse aspecto, é o mesmo da VW: a) O Preço; b) A Versão ‘Topo de Linha’ de qualquer FIA/VW é absolutamente CAPADA, comercializada assim para te fazer gastar cerca de R$ 10.000 a mais em opcionais que poderiam sim senhor vir como itens de série. (e falo de coisas básicas, como câmera de ré).

    Sendo assim, a coisa segue como está!

    • Verdades sobre o mercado

      A partir do Polo/Virtus a VW mudou sua estratégia.

  • Ricardo

    Consumidores de carros no Brasil também atingiram a onda mimimi, tem que ter câmbio automático, controle de estabilidade e de tração, multimídia, câmera de ré, acabamento cheio de viadagens e outras frescuras se não carros não vendem e esquecem do que verdadeiramente importa, modernidade de motor, câmbio e plataforma.

    • Segurança é mimimi, controle de estabilidade e tração é frescura… Tá “Serto”!

      “Ah, mas os carros nunca tiveram isso e todo mundo sempre dirigiu”. Sim, os carros não tinham muita coisa que hoje, graças aos avanços tecnológicos, podem ter e melhorar a vida de todos, inclusive ajudando a evitar acidentes.

    • Itamar

      se segurança pra você é mimimi, só lamento

    • Saulo Gomes

      Viadagem na segurança é bem vinda, mas concordo que andam exagerando nos outros itens, o cara escolher um carro pq tem painel com plásticos aveludado é de matar.

      • Michel

        viados vivos, heteros mortos.

    • Vitor

      Tem o outro lado da moeda também Ricardo. O consumidor brasileiro de maneira geral sempre foi acostumado com carros pelados, ultrpassados e caros. Hoje os carros continuam caros, mas estão em média menos ultrapassados e pelados.

      Agora carros de entrada e medianos começam a oferecer o que era possível apenas em categorias supeiores. Nada mais normal que o consumidor esperar que os carros passem a daqui pra frente virem mais equipados

      • O que faz todo o sentido, afinal pagamos caro por esses carros.

    • Filipo

      ESP e TCS são frescura? Por isso que no Brasil, se não fosse a Lei, não teríamos nem 1 airbag. Brasileiros!

    • Piston head

      Mas é exatamente o contrário, ter controle de estabilidade e de tração e bom acabamento fazem o carro ter vendas ruins. Não ter nada disso é que faz vender bem.

    • REDDINGTON

      Bom era pagar caro por um carro que nem retrovisor D tinha…vc tinha que comprar na ccs. Tá SERTO né…Muito massa vc ter um carro que tenha “modernidade de motor, câmbio e plataforma” e morrer por falta de um air bag….cada uma viu.

    • Hugo Leonardo Dos Santos

      Muita viadagem e mimimi mesmo ter segurança e itens que fazem sentido ter pelo preço dos carros hoje. Mas só não vai achar viadagem na hora que estiver invalido.

      • Ricardo

        Pelos preços de hoje teria que ter até massageador anal no banco. Hahaha

        • Hugo Leonardo Dos Santos

          Daí passo hahahaha

  • Gran RS 78

    A Fiat está perdendo a mão de seus lançamentos, com excessão da Toro, pois o Mobi é um modelo sem sentido algum, pois é caro e minúsculo ,o Argo está sofrendo nas vendas e perde até para o Polo que é um modelo mais caro. No caso do Cronos, a marca insiste em não disponibilizar o cambio automático para essa versão intermediária, o que acaba afastando muitos clientes que acabam comprando seus concorrentes diretos e se for para comprar a versão manual, é melhor levar o Virtus que tem motor 1.6 e é bem maior que ele.

    • Walter Augusto

      Mas quando lançaram o Argo, os fieteiros gritaram aos 4 cantos que o Onix já era…….argo seria líder e colocaria a fiat no caminho da liderança.
      O mesmo falaram do Cronos, que iria massacrar o Virtus.

      O fanatismo é tanto que os fazem ficar cegos !!!

    • Retrato do Papai

      esses dias eu vi um mobi com quatro adultos dentro… não me pergunte como eles entraram lá

      • El Gato Negro

        Foi assistir uma apresentação circense?

      • Observatório automobile

        pelo acessorio que hoje é padrão em automoveis e se chama porta…

  • Robinho

    Entre os sedan desta categoria, seria mina opção.

  • Thiago André

    Imaginando qusndo vir a vetdao 1.0 custando 60 mil

    • Retrato do Papai

      a própria matéria fala que, em comparação ao grand siena 1.6, o cronos 1.3 é mais ágil e gostoso de dirigir, então não faria sentido algum trocar o evo 1.8 (que dizem que melhorou bastante em relação ao antigo 1.8) pelo 1.6… aquele etorq 1.6 sim é uma verdadeira desgraça, não tem força alguma em baixa, conforme o giro sobe ele parece que vai engatar, mas logo volta a ser fraco e então só vai ganhar força lá perto dos 4.000rpm, é bem esquisito, deixei de pegar um punto essence justamente por conta do motor…

      • Diego Sampaio

        O motor 1.6 eTork é meio morto em baixa mesmo, mas em alta anda muito bem.

      • Matthew

        O 1.8 sofre do mesmo mal. Esse E-Torq tem um buraco no meio da curva de torque e foi extremamente anestesiado na linha Argo/Cronos para oferecer o mínimo de economia. O desempenho dele está muito aquém do esperado pa uma unidade de 1,75 litros.

        • Jose Silva

          Mesmo assim é um motor melhor do que o Honda 1.8, esse sim é anestesiado o tempo inteiro até 5000rpm.

  • Filipo

    Chega de Fiat, brasileiros. Evoluam!

  • Fanjos

    Na foto dele de lado em frente a arvore mostra um perfil bem estranho dele o__O

    • Diego Sampaio

      Verdade. Parece que “inchou”.

  • Piston head

    Natimorto

  • Lucas Alves

    A Fiat deveria ter aumentado o entre-eixos desse carro, como fez com o Grand Siena, a transição do teto para a tampa do porta malas ficou muito estranha, o Virtus mandou lembranças.

  • Gustavo Baeta

    Com os preços praticados hoje na banana land, nenhum carro zero seria uma opção equilibrada. Com 63 mil temers se compra muita coisa boa seminova.

  • REDDINGTON

    É um pecado um carro tão bonito não oferecer GPS, nem na versão top. Não custava nada a Fiat lançar Argo e Cronos com DRL em todas versões, seria um atrativo a mais além da segurança fica bonito. Além dos já batidos TC/Estabilidade…

    • Mr. On The Road 77

      Só vão ‘oferecer’ quando isso for lei.

      • REDDINGTON

        Assim como todas as outras, infelizmente…

    • MMM

      GPS offline? Alguma ainda usa isso?

      • Jose Silva

        Ainda mais no Brasil que 99% da população tem smartphone e é viciada em usar… Pra que GPS off se você pode colocar o WAZE na tela, o melhor programa de mapas e GPS do mundo.

      • REDDINGTON

        Lógico, sem precisar espelhar nada, sem precisar de sinal de celular…Muitas estradas do nosso país não pega cobertura.

        • MMM

          Meu carro anterior tinha GPS e eu usava o celular pendurado no painel. As ruas mudam muito, além do GPS offline não indicar o principal para quem vive nos grandes centros: o transito. Meu carro atual espelha Waze e Google Maps e não existe melhor. Até entendo que podem existir lugares sem sinal de celular, mas também vao ser lugares com baixíssima venda de veículos.

  • Wellington Myph13

    Meio offtopic:
    Alguém viu no Acelerados os drag Race (nada padronizado, mas serve pra ter ideia) que o Cobalt com seu arcaico 1.8 8v de meros 114cv conseguiu ganhar do Cronos (Manual ainda) e do Virtus 200TSI?
    Não que isso faça diferença, até porque ganhou por muito pouco, mas é incrível como a GM acertou a mão no casamento com o AT6… Seja pra cidade, estrada ou dar aquela puxada forte pra fazer graça, ele está muito bem escalonado e conversando muito bem com o motor, mesmo sendo este um dinossauro… Espero que ela acerte assim também na nova fase de motores que vem em 2020… GM vai (continuar a) dar trabalho por um bom tempo…

    • Ailton Junior

      é o torque que faz a diferença nesse GM. É bom em aceleraçoes abaixo de 100 kmh

      • Wellington Myph13

        Até sei, mas o Virtus “devia levar”, e fácil, já que pesa pouco a mais (90kg) mas tem 128cv com 20,4kgfm de torque. São 14cv e 3kgfm de torque a mais, sem contar o turbo que faz esses números aparecerem bem antes, mesmo o outro sendo 8v…
        O casamento do câmbio que fez o Cobalt levar a melhor… Por muito pouco e talvez até num 0-100km/h ou 0-400 metros padronizado e bem medido ele perca, mas por muito pouco…

        • Ricardo Alexandre

          O Virtus não levou por ser automático. Enquanto o Cobalt era á versão manual. Acho que foi só por isso. Agora se fossem na mesma configuração, aí já seria mais complicado para o Cobalt.

          • Hugo Leonardo Dos Santos

            não, cronos era manual, cobalt era automático

          • Wellington Myph13

            Cobalt do teste era automático. O único manual no teste era o Cronos, e esse mesmo com a maior cavalaria de 139cv não levou do Cobalt nem do Virtus… Imagina no AT6 da Fiat que não acertou na calibragem entre motor e cambio…

        • Matthew

          Esse 1.8 da GM tem muito curso de pistão, o que resulta num torque absurdo em baixa rotação e não tem o retardo do turbocompressor pra pressurizar. Meu amigo tinha um Astra 2.0 Flexpower, super forte de arrancada e chegava rápido aos 180 km/h, mas daí pra frente o motor apagava. Há de se considerar também que o Cobalt era um dos mais leves dos três (se não o mais leve) e não ficou muito claro pra mim se todos os carros estavam abastecidos com o mesmo combustível. Nesses motores dá uma diferença grande entre etanol e gasolina, no caso do Virtus são 9 cavalos.

          • Wellington Myph13

            Cobalt pesa 1106kg e o Virtus 1192kg, são bem proximos…
            E sim, o teste não foi bem “padronizado”, foi apenas um tira teima básico mesmo… Certamente com tudo apropriado, mesmo piloto, mesmo combustível e etc o Virtus leve a melhor, mas por pouca coisa, sendo a maior surpresa o Cobalt mesmo…

    • Mario Souza

      Eu vi os dois programas, diferença muito pequena. Agora a vergonha dos dois programas e já sabida por todos é a droga do City heim. Carrinho arrastado e o mais caro dos 4, só tem o simbolo para ter fama!

    • Geraldo Xavier

      Assim como o 1.4 da gm é melhor que o 1.6 da vw no polo. É velho mas dá caldo

    • Jose Silva

      Mas em um teste de 100 metros realmente motor 8v pode fazer diferença
      agora coloca um teste de aceleração de 1km, se o virtus e cronos não sumirem na frente eu mudo de sexo.

      • Wellington Myph13

        Num fale isso…
        Eu tenho certeza disso também, só impressionou mesmo ele andar tão bem assim… Na cidade com certeza ele faz bonito.

  • Wellington Myph13

    Tenho visto alguns Cronos por aí e curiosamente todos eram o 1.8 com o AT6 na traseira.
    Eu ainda acho que o Cronos passa o Virtus. Nem por questão de ser melhor opção (o que não acho), mas ele tem 2 opções “vistosas” abaixo dos 60mil pedidas pelo Virtus, empatando vendas do Prisma… Eu acredito que Cronos e Prisma vai ficar brigando nos tapas pelo primeiro lugar enquanto o Virtus fica confortável nas suas quase 4000 unidades com uma venda nos valores mais elevados…

    • Ricardo Alexandre

      Acho que não passa não amigo Wellington! Basta ver as vendas dos dois no mercado. Desde o lançamento o VW Virtus vem liderando á frente do Cronos. E nesse mês de maio já abre uma boa vantagem nesses primeiros 10 dias do mês sobre o Cronos, e mesmo custando mais caro. Acredito ser mais fácil o Virtus continuar entre os três primeiros sedãs mais vendidos como está no momento. E brigar de igual por igual com o Corolla pela segunda posição nas vendas gerais de sedãs no mercado, só ficando atrás do Prisma! E mesmo assim acredito que possa até ameaçar á primeira colocação do Prisma.

      • Wellington Myph13

        Ameaçar Corolla e Prisma acho bem difícil, mas vamos ver. Se for o caso, podemos ver mudanças radicais nos concorrentes pra acompanhar a VW….

        • Ricardo Alexandre

          Ele não se encontra no momento muito próximo desses dois! Mais acredito que ele se estabeleça na 3° posição geral, com boa vantagem para os adversários. E chegue á brigar pela 2° posição com o Corolla com toda certeza. Já o Cronos acredito que se estabeleça também na 4° posição. Essa é minha visão atual do mercado. Mais possa ser que as coisas mudem! Mais á curto prazo, acredito que o mercado de sedãs no geral fiquem assim mesmo como coloquei no meu ponto de vista.

  • Unknown

    Consumo urbano de quase 10 Km/l no etanol, ao meu ver é excelente!
    O texto diz “rebatimento automático dos retrovisores quando engata a marcha à ré”, mas na verdade ele abaixa e não rebate…

  • Ricardo Alexandre

    E o Cronos têm um grande problema ao meu ver! Ele é Argentino, uma falha gravíssima da Fiat e qualquer outra montadora. Não tenho nada contra os irmãos Argentinos, mais não me entra qualquer carro que seja fabricado lá. Não sei por quê.

    • Michel

      Focus não tbm?

    • Marcelo MF

      Vc tem todo direito de não gostar, mas isso não tem nada haver …

  • Maycon Farias

    Com o Yaris saindo do forno cada vez mais vejo que não foi uma boa ideia não trazer o Aegea/Tipo no lugar dessa dupla que já está tendo um pouco de dificuldade de assumir a liderança da categoria. Gosto bastante do Cronos mas o Aegea teria um impacto maior de vendas nessa categoria.

  • Daniel dos Santos

    Unico fiat que presta vendido no Brasil é o 500

  • 💀GHOC💀

    É assim, ou coloca preços internacionais ou a dupla da Fiat já era

  • Matthew

    Fanjos, o que tem achado do entrosamento entre o câmbio tiptronic e o motor 1.4 TSI no Golf?

  • Luccas Villela

    Essas janelas laterais são um horror, mas no resto, o carro parece interessante. Achei o consumo sensacional, 10km/l com etanol na cidade é uma boa marca com um carro de mais de uma tonelada, sedã, com quase 110cv. Pena não ter ESP.

    • Jose Silva

      Tem na automática.

      gasolina esse carro faz 13 km/l na cidade no meu percurso em teste drive, zerei na rodovia e consegui 18 km/l no piloto automático cravado a 100 km/h no modelo gsr

      achei muito bom, com gasolina comum. Motor responde bem em baixa, não deu para testar em alta.

  • Acho que opção mais em conta 1.0 não vai rolar. Ao menos não 1.0 aspirado. O sedan é pesadinho para um motor 1.0, 4 adultos + bagagem.
    Como competidor do Prisma está fracassando, enquanto até o momento está no final do top20, o Virtus é o que se aproxima mais do Prisma no segmento.

  • Julio Penido

    Lixo lixo lixo

  • Wagner Lopes

    Bom carro. Me serviria perfeitamente se tivesse o preço justo de até 40K.

  • Salim Mahmood

    porcaria esse Fiat compre Etios mto melhor qualidade

  • M7

    Virtus é mais carro, na minha opinião!

  • HugoCT

    Se tivesse o 1.3 firefly At6 por 60 mil seria ótimo.

  • B. Vanger

    3.500 rpm andando a 110 km/h? Não andei no carro, mas mesmo que o isolamento acústico seja muito bom, deve ser um ruído horroroso viajar com isso berrando, além do consumo que seria melhorado caso tivesse uma 6ª marcha… Bem, não é o primeiro carro que vem sendo lançado com 5 marchas e berra aos 110 km/h, Polo também, entre outros. E não é um custo alto por uma caixa com 6 marchas, a Toyota coloca no barato Etios.

    • Marcelo Martins

      E o engraçado que no Etios automático a Toyota continua insistindo nas 4 marchas !!

  • Whering Alberto

    Se a FIAT chamasse o Argo de Palio e o Cronos de Grand Siena (agora sim fazendo sentido o prenome) e desse uma baixada nos preços, certamente venderiam muito mais.

  • Marcos-DF

    Ficaram na mesmice com relação as dimensões. Prefiro o virtus, acho que tem mais conteúdo e espaço. Legal seria um virtus com o painel do cronos, que realmente é mais simpático.

  • Augusto Brum

    Gostei muito do carro, achei bastante acertado. Gostei também do porta-trecos que colocaram no lugar dos falsos botões que ficavam no lado esquerdo do painel.

Quem somos

O Fotocampus é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email